Blog

Recebendo empréstimos de herbários estrangeiros

in Manuais e Vídeos, RBH 6 de fevereiro de 2020

Alerta para todos que solicitam material aos herbários do exterior (texto adaptado do Dr. Pedro Bond Schwartsburd

1 – Primeiramente, o receptor da encomenda deve fazer um login na plataforma online dos correios, com seu CPF (recomenda-se que quem solicitou o faça, sempre com ciência do curador);

2 – Pedir aos curadores do exterior informem em negrito e em caixa alta que é necessário informar o  tracking number assim que o material for postado;

3 – Ao receber o tracking number, informar no sistema, vinculando a sua conta.

4 – A encomenda passará pelos seguintes trâmites: receita federal, VIGIAGRO (MAPA), e novamente Correios;

5 – Um boleto será gerado.

6 – Se tudo ocorrer perfeitamente bem, no boleto terá uma taxa de R$ 15,oo para ser paga. Pague-a o quanto antes (pode ser online). Porém, podem vir outras taxas de importação. Neste caso, você pode pedir revisão dos tributos e inserir uma carta (em pdf) explicando do que se trata a encomenda e pedindo para ser abatida a taxa. Basta informar que é material herborizado para pesquisa científica.

7 – Se optou pela revisão, dali umas duas semanas aparecerá outro boleto de apenas R$ 15,00. Pague-o o mais rapidamente possível (online ou imprima o boleto).

8. Normalmente, uma carta chega ao herbário avisando que há uma encomenda esperando na receita federal, contudo, caso a carta não chegue o material é devolvido a origem. Por isso cadastrar antecipadamente o código de rastreio evita este transtorno.

    Cart