Blog

João Batista Baitello (1948-2023)

in Notícias 26 de setembro de 2023

Foto: Frederico Arzolla

Homenagem ao Pesquisador Científico João Batista Baitello

Baitello graduou-se em História Natural pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São José do Rio Preto (SP) em 1972, antigo instituto isolado da USP, hoje campus da Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Doutorou-se em Botânica pela Universidade de São Paulo em 1980. O pesquisador ingressou no Instituto Florestal em 1976 e ocupou a diretoria geral da instituição entre 2006 e 2007.

Participou de grandes programas nacionais e internacionais sobre a flora brasileira. Colaborou ainda na elaboração e atualização das listas vermelhas da flora paulista e brasileira, dando grande visibilidade, no Brasil e no exterior, ao Instituto Florestal, especialmente ao Herbário Dom Bento José Pickel, do qual foi seu curador.

Destaca-se o importante trabalho de resgate das exsicatas do Museu Florestal “Octávio Vecchi” para a constituição do Herbário Dom Bento José Pickel, hoje com mais de 55 mil exsicatas, sucedendo a Octávio Vecchi, Mansueto Koscinski e Dom Bento José Pickel.

Seus estudos ampliaram o conhecimento das espécies da família Lauraceae (canelas) e sua distribuição geográfica, o que ajudou muitos pesquisadores na identificação desse difícil grupo de fanerógamas arbóreas.

Baitello foi um exemplo de dedicação. Foi autor de cinquenta artigos científicos, cinco livros em coautoria e onze capítulos de livros, incluindo várias floras e descrição de novas espécies. Sempre colaborativo, identificou materiais de espécies de Lauraceae provenientes de todo o país, contribuindo com inúmeros autores de trabalhos científicos e participou de quinze bancas de mestrado e seis de doutorado.

Foi consultor ad hoc da FAPESP e revisor de dezenas de artigos em revistas científicas nacionais e estrangeiras na sua área de atuação. Atuou nos estudos sobre a flora das unidades de conservação que compõe o Sistema Ambiental Paulista, tanto da Mata Atlântica quanto do Cerrado, subsidiando os planos de manejo dessas áreas especialmente protegidas. Cabe aqui destacar seus livros sobre as espécies do Cerrado.

Com quase meio século de trabalho no Instituto Florestal, o pesquisador científico possui em seu currículo a descoberta e descrição de 11 novas espécies da família Lauraceae:

Em reconhecimento, no ano de 2017, Baitello foi premiado com a medalha Alba Lavras, concedida pela Associação de Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC), pela sua atuação em favor da Pesquisa Científica e dos Institutos Públicos de Pesquisa do estado de São Paulo.

Em 2020, publicou o livro “O Passado Magnífico da Ilustração e da Pesquisa Científica no Serviço Florestal do Estado de São Paulo: 1942 a 1960”, que reúne centenas de ilustrações botânicas e fotografias históricas e faz uma retrospectiva de um período de 18 anos de produção técnico-científica e artística da instituição.

Esse livro também ilustra o amor ao seu trabalho, trazendo outra inestimável contribuição: o dedicado e meticuloso resgate e conservação dos acervos, coleções e documentação histórica do Serviço e Instituto Florestal, que marcaram toda a sua carreira desde sua entrada na instituição, a qual se dedicou de corpo e alma.

Homenagem aos 75 anos e aposentadoria por seus colegas do IF. Foto: Priscila Weingartner.

Homenagem aos 75 anos e aposentadoria por seus colegas do IF. Foto: Priscila Weingartner.

Fonte:

Luto e homenagem à memória do botânico João Batista Baitello – Portal | APqC

Amigos realizam homenagem ao Pesquisador Científico João Batista Baitello

https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/ipa/2023/06/amigos-realizam-homenagem-ao-pesquisador-cientifico-joao-batista-baitello/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

    Cart